Minha linda Lisboa

Conduzo à beira rio com o sol a acarinhar-me o rosto, enquanto vou cantando que é Dia de Folga, num dueto improvisado com a Ana Moura.

No Tejo cumprimentam-se cacilheiros e barcos à vela, pintalgando o jardim de água azul. Estrelas deslizam na Ponte 25 de Abril trocando mensagens de amizade entre Lisboa e Almada. Nos pilares do gigante de aço saltam golfinhos de arte, em jeito de chamamento dos verdadeiros. Um bando de turistas pára para admirar a paisagem e a vida passa devagar.

Inesperadamente, reparo na mensagem pintalgada num muro: “Ainda não te vi, mas estás linda Diana”. Sorrio perante a declaração de amor para uma musa que não conheço, e brado às Sete Colinas a minha versão: “Ainda preciso ver mais de ti, mas estás linda Lisboa!”.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s