A liberdade de alterar o destino

“Sigam-nos! Se estivermos errados no caminho e não chegarmos ao destino, temos um livro de reclamações!”, informa-nos o senhor Carlos a sorrir. Naquela tarde de 25 de Abril, decidimos celebrar a liberdade aventurando-nos pela Serra de Sintra. Meta? A Pedra Amarela: um penedo coberto de manchas doiradas que, segundo reza a lenda, são o resultado de um bombardear de ovos que tentou desvendar sem sucesso um tesouro aí encerrado. Contudo, quer pela falta de estudo prévio do percurso, quer pela animação do convívio entre amigos de longa data, acabamos por nos perder entre o aroma a pinheiro e eucalipto.

Decidimos então, abordar o alegre grupo de caminheiros que passa por nós e pedir indicações. “E que tal, se mudássemos a nossa rota e fossemos antes à Pedra Amarela?”, sugere um deles aos companheiros. É assim que acabamos todos a lutar pelo mesmo objectivo, caminhando com a respiração ofegante pela colina que nos desafia, mas atentos à natureza que nos cumprimenta: os riachos que cantam, os medronheiros que nos prometem frutos carnudos no final do Verão, as bocas-de-lobo que nos oferecem rosas.

No momento em que nossas pernas rogam por uma pausa, a bondosa montanha resolve dar-nos uma trégua e atingimos ao cume, inspirando de alívio. Porém, antes que possamos comemorar vitória, percebemos que estamos equivocados: o marco geodésico que assinala o nosso destino é visível ao longe noutra colina. Damos pelo engano mas não ousamos articular qualquer som: giramos sobre nós como crianças na escola, avistando o mar que nos traz recordações dos Descobrimentos e glórias portuguesas, a majestosa serra com o seu presépio coberto pelo musgo de árvores, e a Barragem do Rio Mula que sacia a sede da floresta.

No final, pedimos para nos tirarem uma foto de grupo e não solicitamos livro de reclamações. A descoberta da Pedra Amarela ficará para uma próxima oportunidade, porque hoje experienciamos a sensação libertadora de alterar planos e descobrir novas direcções. Afinal, muito mais importante que o destino… é o caminho!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s